Projectos

Jacob Whitesides (projecto concluído)
Jacob Whitesides (projecto concluído)

“Aterrar na Europa, pela primeira vez na minha vida, foi uma das melhores sensações que tive até hoje”, diz o cantor e compositor de 17 anos, Jacob Whitesides. “Quando cheguei ao aeroporto de Copenhaga estava rodeado de fãs que me têm apoiado há muito tempo. Estavam lá raparigas a desmaiar. Foi de loucos!”

A primeira viagem além-fronteiras de Jacob foi substancialmente diferente daquilo que esperamos de um adolescente comum, num rito de passagem. Mas dificilmente se poderá considerar Jacob como o típico adolescente. É um jovem que nas redes sociais ultrapassa os 5 milhões de seguidores, e entrou directamente para o nº1 do iTunes do Top Singer Songwriter Chart com o lançamento do seu EP de estreia – “A Piece Of Me”.

Existe mais, Jacob fez tudo à sua maneira. Podia ter seguido o caminho habitual e ser moldado como a próxima estrela pop, mas o espírito audaz de independência que lhe é característico levou-o a criar a sua própria editora Double U Records, que recentemente se associou à BMG, tornando-se também o seu próprio CEO em management e merchandising. Sem surpresas, a Wired Magazine reconheceu este ano o seu empreendedorismo e convidou Whitesides a ser orador na prestigiada conferência anual da revista, que decorre em Londres.

Jacob continua a ser, no seu âmago, um adolescente. Pegou na guitarra, mas sentia-se demasiado auto crítico para cantar em simultâneo. O momento decisivo chegou quando a sua namorada foi contagiada pela ‘Bieber Fever’. “Incomodou-me mesmo quando, no seu aniversário, lhe deram um stand-up em tamanho real”, ri-se. “Foi aí que tracei uma linha e soube que tinha de fazer algo!”

Jacob gravou uma interpretação de “One Time”, de Justin Bieber, com a câmara do seu computador e fez o upload no mesmo dia. “Não tive muitas visualizações mas recebi um bom feedback”, recorda. “Para além disso, não estava a tentar entrar na ‘cena’ do Youtube. Apenas tentava recuperar a minha namorada de volta!”

Rapidamente criou uma comunidade de fãs com raízes sólidas. E depois… “Um dos meus fãs encaminhou-me um tweet que dizia: “O Liam dos One Direction tweetou a tua versão de One Thing”. Pensei que fosse uma piada. Fui às minhas redes sociais e estavam completamente inundadas. A partir daí senti-me motivado a publicar mais vídeos, melhorar enquanto artista e mergulhar no universo das redes sociais. Ler o feedback positivo dos One Direction foi uma grande motivação, um sinal de que podia realmente fazer algo.”

Com grande entusiasmo, Jacob criou uma abordagem multifacetada da sua carreira. Continuou a publicar covers e a dar concertos, mas o seu grande foco estava em desenvolver a sua capacidade de composição e em encontrar uma equipa capaz de o ajudar a progredir.

O título do primeiro EP, “A Piece of Me”, foi escolhido numa votação em que Jacob lançou 5 hashtags no Twitter e três delas tornaram-se trending topics mundiais. Um título que se mostra apropriado, face ao retrato fiel que Jacob traça de si mesmo em “A Piece of Me” e no tema “Ohio”, onde aborda a relação com o seu pai.

O EP foi lançado dois dias após ter sido terminado, entrando de imediato em digressão, ao lado das Fifth Harmony. Um dos grandes momentos desta tournée aconteceu numa noite lotada no Dingwalls, em Londres, onde Jacob se sentiu fascinado pela quantidade de artistas que passaram por aquela sala no início da sua carreira, como Mumford and Sons, Foo Fighters e Tom Odell, nomeando apenas três.

Entra agora numa nova fase do seu percurso com o lançamento do novo EP “Faces On Film” e uma digressão europeia ainda maior. Muitas das canções que compõem este registo são inspiradas pela sua namorada Bea Miller, que recentemente chegou ao Top 10 da Billboard com o seu álbum de estreia “Not An Apology”.

Esta colecção de canções leva Jacob a atingir um novo nível, em que certamente será acompanhado pela sua legião de fãs, os The Whitesiders. “Trabalham arduamente como eu, são pessoas fantásticas com quem conversar”, diz com um grande sorriso. “Vou estar aqui para eles, sei que estarão também aqui para mim, e estamos aqui uns para os outros.”

Este manifesto sugere-nos que o episódio que marcou a chegada de Jacob a Copenhaga irá em breve replicar-se por todo o mundo.

 

Projecto Concluído